Evento

 


Apresentação

A Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental - Seção Rio Grande do Sul (Abes-RS) realizará de 23 a 30 de setembro de 2016 a XXIII Semana Interamericana e XVI Semana Estadual da Água no Rio Grande do Sul, contando com a parceria de centenas de instituições, tanto governamentais das três esferas quanto organizações sociais dos mais diversos segmentos. A Semana da Água no Rio Grande do Sul é uma das maiores ações de mobilização da sociedade em defesa da água no Brasil e tem reconhecimento internacional. É um período de encontro, reflexão e avaliação, destinado a lembrar da importância da água para o desenvolvimento econômico e social, e a incentivar a cooperação das pessoas no sentido de tornar sustentável o planeta Terra.

A cada ano, se realizam mais atividades promovidas por instituições e empresas ligadas ao setor de saneamento, escolas, clubes de serviços, organizações não governamentais, comitês de bacia e outras entidades sensíveis à importância da água como elemento potencializador do desenvolvimento econômico e social. Essas atividades merecem ampla divulgação nos meios de comunicação, em diversos municípios, mostrando que é imprescindível para a própria sobrevivência conservar e proteger os mananciais de água, as nascentes, os arroios, rios, lagoas e banhados.
Durante sete dias, haverá em todo o Estado atividades técnicas, culturais, artísticas e sociais promovidas por instituições e empresas ligadas ao setor de saneamento, escolas, clubes de serviços, organizações não governamentais, comitês de bacia e outras entidades.
A realização da XXIII Semana Interamericana e XVI Semana Estadual da Água vem fortalecer e reafirmar, uma vez mais, um dos seus principais objetivos, que é a consciência de coletividade, a compreensão de que a responsabilidade pela solução é de todos. Por isso, a temática desta edição é “Água Parada, Resíduos Acumulados, Saúde em Risco – A responsabilidade é de todos”.


A temática deste ano contemplará ações de conscientização sobre a importância da proteção da água, neste momento, tão necessária e emergencial, em função da disseminação dos mosquitos da dengue, enfatizando ainda o correto descarte dos resíduos, que nosso país está vivenciando e a imprensa tem abordado diariamente, em todos os meios de comunicação.

Água parada
Resíduos acumulados
Saúde em Risco

A responsabilidade é de todos

Faz 23 anos que a Semana Interamericana da Água – através de ações em defesa da água, disseminadas em todo o território gaúcho – vem reafirmando a importância das atitudes individuais para reverter o impacto causado pela forma como vivemos e consumimos sobre a saúde coletiva e sua direta relação com a qualidade da água.
As pessoas não percebem que o acúmulo de lixo nas grandes cidades e o descarte de águas contaminadas é resultado de um ciclo no qual o consumidor está inserido. Nestes mais de 20 anos de mobilização, sabe-se que resíduo não coletado e disposto de forma errada se torna agente poluidor. E, mesmo quando coletado e disposto em aterros a céu aberto e em áreas alagadas, continua a gerar problemas sanitários e de contaminação hídrica nos locais onde é depositado, trazendo doenças à população. Com a chegada das chuvas, os resíduos permitem entre outros males a proliferação de mosquitos vetores de doenças como dengue, chikungunya e zica, todas transmitidas por meio da picada do Aedes aegypti.
Não existe gestão pública capaz de equacionar estes problemas enquanto persistir a atitude de cada um de jogar águas servidas e resíduos na rua, no riacho ou no mar, trazendo consequências sérias a toda a coletividade. Isso é motivo determinante para que a postura de cada um se altere na relação com o outro. O resgate dessa relação é indispensável para a sobrevivência na Terra.
As ações individuais que têm potencial para alterar as condições coletivas, inclusive a saúde, são de interesse de todos e precisam ser revistas. O consumo, embora seja realizado por meio de uma ação individual, guarda relação necessária com consequências coletivas. Reduzir o consumismo e o desperdício é um desdobramento da consciência esclarecida dos consumidores e de suas escolhas, logo tem relação com a própria ideia de cidadania. No entanto, para que possa perceber as consequências dos seus atos, é necessário promover a conscientização do consumidor sobre o uso indispensável de ferramentas pedagógicas. Além, é claro, da participação dos meios de comunicação de massa.
A XXIII Semana Interamericana e XVI Semana Estadual da Água vem fortalecer e reafirmar, uma vez mais, um dos seus principais objetivos, que é a consciência de coletividade, a compreensão de que a responsabilidade pela solução é de todos.

Para informações: (51) 3212-1375 / 9971-4987 / imprensa@abes-rs.org.br / http://www.abes-rs.org.br