Notícias

 

Curso debate o desafio do reúso de águas

26/08/2015

O conceito de reúso da água é o aproveitamento de uma água que iria ser jogada fora e será reutilizada para diversos fins, economizando e evitando o desperdício deste bem essencial. Na teoria, esse reúso é simples. Porém, muitos aspectos devem ser observados e valorizados para que o processo seja benéfico para o planeta e para a população. O assunto está sendo tratado pelo curso "Reúso de Águas Servidas", promovido pela Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental - Seção Rio Grande do Sul (Abes-RS).

A capacitação iniciou na terça-feira (25/08) e ocorre até quinta-feira (27/08). O objetivo é qualificar profissionais da área de saneamento e afins, disponibilizando informações e tecnologias relativas à reutilização da água originada de esgotos. Um dos professores do curso é o engenheiro Eduardo Pacheco Jordão, Doutor em Engenharia, professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro, "Fellow" da Water Environment Federation, dos Estados Unidos, especialista em tratamento de esgotos, autor do livro "Tratamento de Esgotos Domésticos", editado pela Abes, com 14 mil exemplares vendidos.

- Existem várias finalidades para o reúso da água. É muito importante pensar antes de jogar fora. O reúso não é realizado por não estarmos habituados com esta mentalidade, mas este pensamento está mudando. É preciso criar esta mentalidade. Muitas entidades brasileiras estão pedindo cursos sobre o reúso da água e dando valor ao assunto. Hoje, trabalhamos os conceitos, as aplicações e o que está sendo feito no mundo. Até o último dia de aula, vamos fazer um projeto em sala de aula e estudar sobre as tecnologias envolvidas - relatou Eduardo Pacheco Jordão.

Quem também ministra o curso é a professora da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Ana Silvia Pereira Santos, "Doctor of Science" e especialista em tratamento de esgotos.

- Estamos em um período de escassez hídrica, mas não temos nenhum embasamento de legislação que permita o reúso de água no Brasil. Lidar com reúso é importante, mas também é complicado, pois envolve saúde pública, doenças, um material cheio de organismos patogênicos. Existe a necessidade de uma legislação que permita e que oriente como fazer - destacou Ana Silvia Pereira Santos.

Gestor ambiental e proprietário de uma empresa de consultoria ambiental, Eduardo Mauer estava muito contente com a troca de conhecimentos e os conteúdos ministrados no primeiro dia de aula.

- O reúso da água é uma tendência e uma necessidade mundial. O curso está sendo uma ótima oportunidade de adquirir conhecimento e saber o que está acontecendo em outros lugares do país e do mundo - avaliou Eduardo Mauer.

O curso ocorre até quinta-feira (27/08) no auditório do Sindicato dos Engenheiros do Estado (SENGE-RS), na Avenida Érico Veríssimo, 960, Bairro Menino Deus, em Porto Alegre, das 8h30min às 12h e das 13h30min às 17h30min, nos três dias, totalizando 24 horas/aula.