Notícias

 

Seminário sobre gerenciamento de áreas contaminadas busca dar maturidade ao tema no Brasil

09/11/2015

O gerenciamento de áreas contaminadas pode ser definido basicamente com um conjunto de procedimentos e ações que permitam avaliar a existência de problemas de contaminação ambiental, sua magnitude e relevância, e definir as ações de remediação necessárias para garantir a disponibilidade de informações para os órgãos ambientais e usuários envolvidos. Apesar de ser um tema de interesse púbico, o assunto ainda não atingiu sua maturidade no cenário nacional sendo gerenciado de forma bastante distintas entre os diferentes estados e municípios brasileiros. Com isto em mente, a Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental Seção Rio Grande do Sul (Abes-RS), promove nos dias 11 e 12 de novembro, o III Seminário Sul Brasileiro de Gerenciamento de Áreas Contaminadas.

Conforme o geólogo e coordenador do evento, Fernando Zorzi, a implementação de uma série de ações e procedimentos pelos Estados, definidas na Resolução CONAMA 420/09, ainda não é realidade na maioria dos Estados Brasileiros. Da mesma forma, Órgãos Ambientais Municipais, responsáveis pelo licenciamento de uma parcela considerável de empreendimentos de impacto local, não possuem estrutura técnica para incorporação dos preceitos do Gerenciamento de Áreas Contaminadas nos processos de licenciamento - explica.

A necessidade de discussão e troca de conhecimento de processos e tecnologias sobre o assunto fazem com que eventos como o III Seminário Sul Brasileiro de Gerenciamento de Áreas Contaminadas se tornem essenciais para a melhoria do processo técnico e, consequentemente, da preservação do meio ambiente.

- Órgãos Ambientais Municipais, responsáveis pelo licenciamento de uma parcela considerável de empreendimentos de impacto local, não possuem estrutura técnica para incorporação dos preceitos do Gerenciamento de Áreas Contaminadas nos processos de licenciamento - explica.

A falta de discussão e conhecimento de processos e tecnologias sobre o assunto fazem com que eventos como o III Seminário Sul Brasileiro de Gerenciamento de Áreas Contaminadas se tornem essenciais para a melhoria do processo técnico e, consequentemente, da preservação do meio ambiente.

- É muito positiva a interação entre Órgãos Ambientais Estaduais e Municipais do Sul do Brasil, Promotorias de Justiça, empresas de consultoria e prestação de serviços, gestores dos diferentes setores da indústria, pesquisadores e estudantes que atuam nesta área, uma vez que possibilita discussões, troca de informações a respeito das estratégias para o atendimento das condições estabelecidas na Resolução CONAMA 420/09 e nivelamento técnico com relação às novas tecnologias de avaliação e remediação que chegam no mercado - complementa.

Interessados em participar do III Seminário Sul-Brasileiro Gerenciamento de Áreas Contaminadas podem se inscrever por intermédio do site http://www.abes-rs.org.br. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (51) 3212.1375 ou e-mail abes-rs@abes-rs.org.br.

Promovido pela Abes-RS, o evento conta com a parceria da Fundação Estadual de Proteção Ambiental (FEPAM), Secretaria do Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (SEMA) e Governo do Estado do Rio Grande do Sul. O seminário ocorrerá no Hotel Continental, no Centro de Porto Alegre.