Notícias

 

Prêmio de Jornalismo destacará trabalhos voltados à proteção ao meio ambiente

13/03/2015

Em solenidade realizada na manhã desta quinta-feira (12/03) na Casa de Cultura Mário Quintana, em Porto Alegre, foi lançada a 2ª edição do Prêmio José Lutzenberger de Jornalismo Ambiental. A iniciativa é da ABES-RS (Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental do RS), ARI (Associação Riograndense de Imprensa), e Braskem. O objetivo é estimular a produção de reportagens que apresentem como foco a preocupação com o meio ambiente, prestando uma homenagem a um dos pioneiros da ecologia no Rio Grande do Sul, José Lutzenberger.

- A edição do ano passado já nos mostrou que podemos continuar contribuindo com a sociedade gaúcha em termos de educação e conscientização. O jornalista tem esse papel de passar a informação correta para sociedade. Nos orgulhamos dessa parceria – afirmou o vice-presidente da ABES-RS, Alexandre Bugin.

O gerente de relações institucionais da Braskem, João Ruy Freire, enalteceu o apoio à causa ambiental.

- Seremos sempre parceiros quando o objetivo for provocar pautas e matérias que mostrem ideias e construções sustentáveis - disse.

O crescimento na mídia de matérias que trazem o tema de meio ambiente, foi destacado como uma grande conquista e lembrada através do precursor na área José Lutzenberger.

- O trabalho começou com notas em um canto de página nas décadas de 70 e 80. Após, houve uma migração e transformação do assunto em editorias. Hoje, felizmente, a pauta ambiental se tornou parte de nossas vidas, como desejou no passado José Lutzenberger – declarou o secretário de comunicação do Estado do Rio Grande do Sul, Cleber Benvegnú.

Para a Associação Riograndense de Imprensa, que completa esse ano 80 anos de existência, o prêmio destaca uma marca da entidade, que constantemente se preocupa com o meio ambiente.

- Faltava um prêmio dessa categoria para valorizar o incansável trabalho de jornalistas na defesa do meio ambiente. Com esse apoio, mostramos mais uma vez a importância e o papel do jornalista e da ARI na promoção da sustentabilidade – destacou o vice-presidente da ARI, Luiz Adolfo Lino de Souza.

Também acompanhou a solenidade, a filha de José Lutzenberger, Lara, entre outras autoridades.

No ano passado, foram 89 trabalhos inscritos. As reportagens devem mostrar exemplos de preservação e saneamento ambiental, desenvolvidas no estado, em áreas como tratamento de água e dos esgotos, gestão dos recursos hídricos, das águas pluviais e dos resíduos sólidos, drenagem e tecnologias limpas.

A promoção é direcionada a profissionais da imprensa gaúcha e estudantes de jornalismo. Os prêmios são de R$ 5 mil aos primeiros colocados. No caso da categoria Estudante, o prêmio é de R$ 1 mil para o primeiro lugar, R$ 500,00 para o segundo colocado e menção honrosa para o terceiro. O prêmio é dividido em 6 categorias: jornalismo impresso, fotojornalismo, radiojornalismo, telejornalismo, webjornalismo e Prêmio Braskem de Jornalismo Universitário. O período de inscrições irá de 12 de março até 31 de agosto de 2015 e as matérias devem ter sido publicadas entre 1º de agosto de 2014 a 31 de julho de 2015.

Outras informações podem ser obtidas pelo site premiojornalismoambiental.com.br e pelo telefone (51) 3212.1375.