Notícias

 

Encontro discute parâmetros para adoção de indicadores que medem as perdas de água

19/03/2015

Não basta medir, é preciso medir bem para que se tenha o melhor resultado. Com esse fundamento, foi realizada, em Porto Alegre, a 4ª Reunião da Câmara Técnica de Gestão de Perdas da ABES-RS no Auditório da Corsan. O encontro, promovido ao longo desta quinta-feira (19/03), trouxe o tema "Indicadores", abordando os cálculos dos Volumes Especiais (Favelas), Operacionais e Recuperados. A abertura contou com uma saudação do Diretor de Operações da Corsan, Eduardo Carvalho, que ressaltou a importância do debate do tema para toda a sociedade. O Coordenador da Câmara Técnica de Gestão de Perdas da ABES-RS, Ricardo Röver Machado, destacou a evolução que o assunto tem tido no cenário nacional e no Rio Grande do Sul com os trabalhos que estão sendo desenvolvidos.

O primeiro passo para qualificar o trabalho é a seleção adequada do indicador para que se quer medir. A qualidade das informações vai permitir avaliar as ações nos diversos níveis. O Coordenador Geral da Câmara Técnica de Indicadores de Desempenho da ABES Nacional, Sandro Camargo, falou sobre o Guia de Referência para Medição de Desempenho (GRMD).

- A discussão de indicadores foi ampliada no Brasil com base em parâmetros internacionais levando em conta fatores como água, esgotamento sanitário, manejo de resíduos sólidos urbanos, manejo de águas pluviais e efluentes industriais - disse.

A apresentação mostrou a importância da confiabilidade dos dados que compõem um indicador; a comparabilidade, que permite comparação entre dados; tomada de decisão, que pauta o rumo de ações nas diversas instâncias do setor e a tempestividade, que é o tempo entre a obtenção e o uso do resultado do indicador.

Na segunda parte dos trabalhos, o grupo discutiu índices técnicos que devem ser adotados como indicadores. Após o almoço foi feita visita técnica ao Call Center da Corsan (Serviço 0800) que presta serviço aos 320 municípios atendidos.

A Câmara Técnica é um espaço para estudos, discussão e aprofundamento do tema "Gestão de Perdas de Água". Participam da Câmara empresas de saneamento do Rio Grande do Sul, como Serviço Municipal de Água e Esgotos de São Leopoldo (Semae), Dmae e Corsan. Ela também é aberta à participação de profissionais e estudantes interessados no assunto.