Notícias

 

Gestão Ambiental é essencial ao desenvolvimento do Turismo

31/10/2014

O melhor aproveitamento de espaços turísticos não passa somente pela questão estética do local. A saúde e a segurança são ingredientes essenciais para o desenvolvimento do espaço como atração e estes itens estão intimamente ligados ao cuidado com o meio ambiente e com saneamento. Com isto em mente, a Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental seção Rio Grande do Sul (Abes-RS) promoveu o terceiro encontro preparatório para o Ambientur 2015 na segunda-feira (27/10), no Parque Eólico de Osório.

O evento contou com a participação do vice prefeito e secretário do meio ambiente de Osório, Eduardo Rodrigues Renda; do gerente da Enerfin do Brasil Sociedade de Energia Ltda, Felipe Ostermayer; do vice diretor do Instituto de Geociências da UFRGS, Nelson Gruber e do Representante do Superintendente da CORSAN, Gerri Clei Rodrigues da Silva.

Os profissionais abordaram temas como a relação do conhecimento técnico e da sociedade sobre o incentivo ao turismo em Osório, uso do Parque Eólico da cidade e a ampliação da visitação pública. Ainda discutiram a gestão ambiental no litoral norte e o saneamento nas praias e balneários do norte do estado. Conforme o presidente da Abes-RS, Darci Campani, este tipo de evento funciona para a troca de ideias entre sociedade e profissionais do setor e incentiva o cuidado ao meio ambiente e o desenvolvimento do turismo na região.

Alguns balneários gaúchos são considerados impróprios por questões de falta de balneabilidade. A Gestão Ambiental é essencial para se manter esta segurança para moradores e banhistas evitando a perda do investimento feito no local. Hoje alguns locais históricos e pontos fortes de turismo estão abandonados pela falta de gestão a longo prazo – lamenta.

No evento foi reivindicada a ampliação da abertura do Parque Eólico à visitação pública.

- Existe a ideia de criar um espaço para visita pública no Parque Eólico, mas como os terrenos são privados por pessoas que alugam ao parque a questão é difícil – explica Campani.

As discussões preparatórias são realizadas pela Abes-RS em parceria com a Corsan e servem como definição de temas prioritários para o Simpósio Nacional de Gestão Ambiental de Empreendimentos Turísticos - Ambientur que acontecerá em 2015.